Como podemos ajudar você?

Reguladores globais miram domínio de dados das gigantes de tecnologia

Para evitar concorrência desleal, órgãos visam empresas que apostam em fintechs

Google, Alibaba e outras gigantes de tecnologia podem ser forçadas por reguladores globais a compartilhar os dados de clientes de seus serviços financeiros com bancos e fintechs para evitar concorrência desleal.

Enquanto o plano do Facebook para sua “stablecoin” libra é examinado, um corpo global de reguladores dos principais centros financeiros do mundo disse que os crescentes tentáculos das gigantes de tecnologia levantaram questões sobre estabilidade financeira, concorrência e privacidade de dados.

O FSB (Conselho de Estabilidade Financeira) pediu em um relatório divulgado no domingo um “monitoramento vigilante” da transição das empresas para o setor de serviços financeiros, o que, segundo o documento, poderá prejudicar a capacidade dos bancos de gerar capital por meio de lucros retidos.

Embora ainda sejam apenas emergentes na maioria dos países, as gigantes de tecnologia em locais como a China levaram serviços financeiros ao alcance de comunidades carentes, afirma o relatório do FSB, que é liderado pelo membro do Federal Reserve (Banco Central dos EUA), Randal Quarles.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.